Participe da Campanha “Ajude uma família do CRAMI”

Com o objetivo de auxiliar as 300 famílias atendidas pelo CRAMI com alimentos e produtos de higiene e limpeza, o CRAMI lança a campanha “Ajude uma família do CRAMI”. As famílias atendidas já costumam ser carentes num cenário comum, nesse que estamos vivendo as vulnerabilidades aumentam ainda mais, pois muitas pessoas ficaram sem emprego e sem recursos para adquirir alimentos e produtos de higiene e limpeza para se prevenir adequadamente contra o Covid-19.

Para participar da nossa campanha, deposite o valor que você puder doar em nossa conta corrente conforme os dados a seguir:

Santander
Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância

Ag. 4517

C/C 13000001-6

CNPJ: 541495620001-20

“Optamos pelo depósito em conta, pois facilitará na negociação da compra dos itens, bem como na separação e distribuição dos produtos, já que a equipe está trabalhando remotamente. Nos comprometemos a prestar contas a todos que fizerem a doação”, ressalta o presidente voluntário, Dr. Tadeu Santomauro.

Se você pode doar neste momento, faça sua contribuição! Se não puder, compartilhe! A campanha também está disponível em nossas redes sociais.

www.facebook.com/cramicampinas

www.istagram.com/cramicampinas

Comunicado COVID-19

Considerando o Decreto Municipal nº 20.782 de 21 de março de 2020 que declara
situação de calamidade pública, estabelece regime de quarentena no município de
Campinas e define outras medidas para o enfrentamento da pandemia decorrente do
Coronavírus (COVID-19), seguem as orientações quanto as alterações no atendimento
presencial do Serviço de Proteção Social a Família – SESF.
• Whatsapp: (19) 98921-1699 (Alessandra – Coordenadora Técnica)• Facebook
Messenger (facebook.com/cramicampinas)• Educadores (facebook – perfil Educadores
Crami)• Direct Instagram: @cramicampinas • Emails: crami@cramicampinas.org.br /
alessandra@cramicampinas.org.br / suelysocial@cramicampinas.org.br • Através do
Contato no site www.cramicampinas.org.br
Todos esses canais estarão disponíveis para as famílias atendidas no CRAMI Campinas
pelo SESF das (08h as 17h), de segunda a sexta feira, enquanto durarem as restrições
alcançadas pelo Decreto acima relativo à pandemia do Coronavírus.
As equipes (coordenações / assistentes sociais / psicólogos / educadores sociais) estarão
trabalhando em sistema de home office para que as famílias continuem sendo atendidas
/ orientadas da melhor forma nesse momento isolamento social. O CRAMI deixará
registrado os atendimentos para essas famílias através do SIGM (Sistema Integrado e
Governança Municipal da Prefeitura de Campinas).

Campinas, 24 de março de 2020
Presidente Voluntário José Tadeu Seganti Santomauro

Grupo de adolescentes visitam Roda Gigante

Dia 11/02 foi de novas percepções para o grupo de adolescentes do CRAMI, afinal experimentaram um passeio na Roda Gigante que está como atração no Shopping Parque das Bandeiras. Segundo a educadora Angélica Brotto, todo o processo de encontro e partilha da vivência fortalece sentidos de coletividade, autonomia, além de fomentar espaços de diversão, tão importantes para o fortalecimento de vínculos.

O CRAMI agradece a parceria com a Roda Gigante, que estará no Shopping Parque das Bandeiras até dia 08 de março de 2020!

Grupo Viver Bem entrega rosas a participantes

Como uma simples rosa pode fazer a diferença? No grupo Viver Bem a rosa vermelha promoveu muita reflexão e empoderamento. O grupo retornou as atividades na última quinta-feira, dia 06 de fevereiro, e tem o objetivo de reunir mulheres que são atendidas no SESF (Serviço Especializado de Proteção Social a Família) com o propósito de partilhar vivências e fortalecer vínculos. A primeira roda de conversa do ano levantou questões sobre diversas temáticas que perpassam o cotidiano da sociabilidade feminina, bem como histórias de vida e experiências de resistência. Ao fim do encontro, educadora e assistentes sociais do CRAMI entregaram uma rosa vermelha a cada participante com a proposta de se observarem no caminho de volta para casa, os olhares e tratamentos das pessoas, a partir do porte da flor. “Não foi uma surpresa os retornos que tivemos sobre esta experiência. A iniciativa abriu canais de expressão incríveis”, contou a educadora Angélica Brotto.

Já no mesmo dia, uma mulher disse que o cobrador do ônibus lhe deu parabéns, pelo simples fato de portar a flor; e outra disse que notou que foi melhor atendida numa loja.

Segue um trecho do texto escrito por Viviane C. Valentin, integrante do grupo, após o encontro do Viver Bem:

“Tenho que dizer algo pra vocês, mulheres, que dá tempo ao tempo, que pensa que tudo vai passar, vai cessar, mas não é bem assim. Se vocês estiverem sofrendo violência ou está em poder de um homem, dá um sinal, mas não permite que eles faltem com o respeito. Verbalmente também é crime e violência. Palavras doem mais que bater, então não fiquem sem denunciar. Eu, há muito tempo, fui prisioneira desta escravidão. Era maltratada, judiada e sofrida, aparentava ter o dobro da minha idade. Hoje não mais. Sou dona de mim, não deixo ninguém falar por mim, faço minhas escolhas e quando vejo que tem alguém me agredindo com palavras, já me afasto, pois aquela pessoa não é uma boa influência para mim e vai mexer com o meu psicológico. E isso é uma porta de entrada para atrair todas as outras coisas ruins. Então fica a dica para todas as mulheres. Nós merecemos ganhar flores todos os dias e ouvir palavras doces a todo momento. Somos mulheres, somos guerreiras.”

CRAMI vai atender 300 famílias a partir de abril

O CRAMI Campinas aumentará a meta de atendimento de 270 para 300 famílias, após processo de seleção convocado pela Prefeitura de Campinas para organizações da sociedade civil. Desde 2017, o contrato do CRAMI com a Secretaria de Assistência Social era aditado anualmente. Este ano, a Prefeitura Municipal de Campinas abriu Edital de Chamamento para que as organizações da sociedade civil (OSC) enviassem suas propostas para oferecer serviços socioassistenciais complementares. O CRAMI vai continuar sendo parceiro da Prefeitura Municipal de Campinas no Serviço Especializado de Proteção Social a Família – SESF.

O SESF foca no atendimento de crianças, adolescentes, adultos e idosos de ambos os sexos e suas famílias vítimas dos diferentes tipos de violência doméstica, abuso e exploração sexual, abandono, exploração financeira e trabalho infantil com existência de outras violações de direitos.

Dessa forma, nossa instituição passará a atender 210 famílias na Região Noroeste e 90 famílias na Região Leste da cidade. “Queremos cada vez mais ampliar o atendimento e, assim, auxiliar na construção de um futuro melhor para crianças, adolescentes e suas famílias”, afirma o presidente-voluntário do CRAMI, Tadeu Santomauro. A novidade deste ano é a exigência da que as instituições tenham locais de atendimento nas regiões designadas. Assim, o CRAMI passará a ter um espaço na Região Noroeste que está sendo preparado para receber as famílias.

A execução do SESF pelo CRAMI em regime de mútua cooperação com a prefeitura de Campinas inicia em abril e vai até 31 de março de 2021.

Desempenho

O desempenho do CRAMI foi excelente, atingindo a pontuação máxima nas duas regiões em que elaborou a proposta de parceria. No ranking de classificação das organizações, o CRAMI ficou em primeiro lugar na Região Noroeste e em segundo lugar na Região Leste (apenas por conta do critério de maior tempo de abertura no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ).

“O processo de construção das propostas exigiu um grande empenho da equipe. Uma comissão de funcionários foi montada e por pelo menos um mês a equipe se debruçou na escrita do documento, que também teve o acompanhamento da diretoria”, explica a Coordenadora Técnica, Alessandra Saldanha. A divulgação do edital ocorreu em meados de novembro e o resultado final aconteceu no dia 28 de janeiro.

Diretor do CRAMI toma posse como tesoureiro no CMDCA

Nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro, os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) tomaram posse. O diretor do CRAMI, José Milani, membro do Conselho Deliberativo, foi eleito e ocupou o cargo de primeiro tesoureiro.

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, deu posse aos novos membros do Conselho em cerimônia na Sala Azul do Paço Municipal, ao lado das secretárias municipais de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine Pereira, de Educação, Solange Villon Pelicer, e da presidente cessante do CMDCA, Leila Sarubbi.

O Conselho tem como responsabilidade deliberar e controlar as ações, governamentais e não governamentais, da política de atendimento à criança e ao adolescente em Campinas, segundo preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Para a presidência da Diretoria Executiva 2020-2021, foi escolhido Carlos Renê Fernandes de Oliveira, da Associação de Pais e Amigos de Surdos de Campinas (Apascamp); a vice-presidente é Mariana Barão, representando a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas.

Elaborado com informações da Prefeitura Municipal de Campinas. Confira aqui o conteúdo completo.

 

CRAMI leva adolescentes para assistir à final do Taça das Favelas

Com o objetivo de encerrar as atividades do grupo de adolescentes e jovens e levá-los para conhecer o campeonato “Taça das Favelas”, a equipe de funcionários do CRAMI e os adolescentes estiveram na final do futebol feminino e masculino no sábado, dia 14/12, no estádio da Ponte Preta, Moisés Lucarelli. “O CRAMI fica localizado na Vila Brandina e ficamos muito felizes em acompanhar essa conquista junto a torcida”, comentou o educador social, Paulo Silva.

Quem foi aprovou a iniciativa. “Adorei, estava lotado o estádio, foi muito legal torcer!”, disse Isabela, 13 anos. “O jogo foi emocionante! Vila Brandina ganhou na final!”, afirmou outra adolescente, Marcela, 15 anos.

Saiba mais como foi a final da Taça das Favelas em: https://glo.bo/2M3vunM

 

Famílias assistem ao espetáculo do Reder Circus

Uma sexta feira para ficar na memória das famílias atendidas pelo CRAMI. Na noite do dia 13 de dezembro, o Reder Circus cedeu 100 lugares em sua plateia para as famílias e quase 90 pessoas atendidas, entre crianças e adultos, foram beneficiadas pela atração.

O evento, de caráter intergeracional, foi um momento muito importante de troca entre os familiares. “O espaço de encantamento do circo pôde proporcionar, de forma artística, a capacidade imaginativa e a superação dos limites do próprio corpo. Sorrisos e sonhos foram evidenciados no rosto de todos os participantes, inclusive dos adultos, que reencontraram seus territórios sagrados da infância durante o espetáculo”, avaliou a educadora social, Angélica Brotto que acompanhou as famílias no dia da atividade, junto com outros funcionários da instituição. O CRAMI agradece o Reder Circus pela parceria.