Florescer retoma encontros presenciais com reflexões sobre mudança de hábitos e maternidade

O projeto Florescer retomou os encontros no dia 24 de abril e trouxe como tema a mudança de hábitos. As participantes puderam refletir sobre metas, mudanças de hábitos, ferramentas para realizar mudanças, desperdício do tempo em redes sociais, procrastinação, hábito de reclamar e também foi abordado o tema das crenças funcionais e disfuncionais que interferem nos nossos pensamentos e decisões que tomamos, baseados na Terapia Cognitivo Comportamental. A mudança no estilo de vida foi outro assunto trabalhado.
No sábado seguinte, às vésperas do Dia das Mães, o grupo se reuniu para refletir sobre os diferentes tipos de mães: mãe amorosa, mãe muito protetiva, mãe negligente, mãe tóxica, mãe violenta, mãe omissa, mãe adotiva, mãe do coração, mãe solteira, mãe de cães e gatos.
“Foi uma manhã bastante produtiva, pois pudemos explicar cada tipo de mãe e as participantes puderam se reconhecer em algumas delas”, conta a psicóloga Cristiane Vidolin. “Após os relatos delas, ressaltamos que uma mãe pode ser todas as mães apresentadas no grupo no decorrer da vida. Também abordamos as fases de desenvolvimento da criança e a necessidade de considerar esse fator na hora de educar a criança”, explicou a psicóloga Keli Bevilacqua. Como lembrança do Dia das Mães, as mulheres receberam uma caixa de bombons e participaram de um sorteio de produtos da Natura.