Posts

CRAMI abre inscrições dia 28/05 para simpósio sobre Exclusão Social

As inscrições para a quarta edição do simpósio em comemoração aos 33 anos do Crami Campinas iniciam-se no dia 28/05. O evento será no dia 29/06 com o título “Exclusão social: o perverso desvio entre as leis e a práxis”. Silvio Gallo, Stela Ferreira e Jorge Broide são os palestrantes convidados.

Realizado com o apoio da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) e da Unimed Campinas, o evento acontece das 8h às 12h, e tem o objetivo de refletir sobre o contexto histórico e atual da exclusão social no país e sua correlação com políticas, movimentos sociais e legislações. Pretende também debater sobre novas práticas e dispositivos neste campo.  Para participar é preciso adquirir o ingresso no valor de R$ 35,00 até 17/06. Após, o valor sobre para R$ 40,00.

O simpósio será no auditório da SMCC, que fica na Delfino Cintra, 63, Botafogo. As vagas são limitadas. Para fazer a inscrição, acesse aqui a página do evento. O pagamento pode ser feito por boleto ou cartão de crédito. Confira abaixo a programação completa.

 

Simpósio “Exclusão social: o perverso desvio entre as leis e a práxis

  • Dia 29/06, das 8h às 12h
  • Local: Auditório SMCC, Rua Delfino Cintra 63, Botafogo.
  • Valor: R$ 35.00 até 17/06. Após, R$ 40,00.
  • Informações: 19 3327-0612.

Programação

8h – 8h30 > Credenciamento

8h30 – 8h50 > Abertura Institucional

8h50 – 9h30 > “As múltiplas faces da exclusão social da infância”  

Palestrante: Silvio Gallo

Professor Titular na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), editor-chefe da Revista Pro-Posições (FE-Unicamp) e co-editor da Revista Fermentario, publicação conjunta da Universidad de la República de Uruguay e da Unicamp. É livre docente em Filosofia da Educação, possui doutorado em Educação – Filosofia da Educação e é autor e organizador de diversos livros.

9h30 – 10h10 > “Atualização do combate às injustiças sociais no cotidiano dos serviços da Assistência Social”

Palestrante: Stela Ferreira

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1998), mestre (2010) e doutora em Serviço Social (2015) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Acompanha a implementação do SUAS nos municípios por meio do desenvolvimento de processos de educação permanente para equipes dos serviços, da gestão e agentes do controle social.  Atua também como consultora do PNUD e da UNESCO para o fortalecimento da gestão do trabalho, tendo desenvolvido o Mapa de Competências da Equipes do PAIF e PAEFI (2015), a NOB-RH Anotada e Comentada (2011) e Cartilhas para o fortalecimento do controle social (2006).  Trabalha em coletivos profissionais voltados aos processos à elaboração e realização de percursos formativos e sistematização de experiências. Docente em cursos de pós graduação (Especialização) com foco em políticas sociais.

10h10 – 10h30 > Coffee Break

10h30 – 11h10 > “O trabalho clínico nas situações sociais críticas”

Palestrante: Jorge Broide

Psicanalista, analista institucional, professor do curso de psicologia da PUC/SP, doutor em psicologia social pela PUC/SP.

11h10 -12h > Debate

Simpósio Educação Social “Território de Potencialidades” acontecerá dia 25 de agosto

Nesta sexta-feira, 25 de agosto, das 08h00 às 16h30, acontece o Simpósio Educação Social: “Território de potencialidades”, na UNIP – Swift. O evento é uma realização da Secretaria Municipal de Assistência Social e Segurança Alimentar em conjunto com o coletivo de educadores e educadoras que atuam nos Serviço de Proteção Especial de Média Complexidade em Campinas. O Crami irá socializar as ações no eixo “Expressões Culturais” conforme programação, e também estará presente na mesa de diálogos “As atribuições do educador e educadora social dos serviços de Proteção Especial de média complexidade”, através do educador social da instituição, Paulo Silva.

O encontro tem por objetivo construir espaços de diálogos a fim de compartilhar junto aos trabalhadores sociais os saberes em educação social para dentro da política do SUAS (Sistema Único da Assistência Social), sendo uma oportunidade de provocar a troca de experiências no fazer profissional, possibilitando as vivências de novos ciclos, de novos encontros de saberes em busca de políticas públicas que façam sentido na interlocução de nosso fazer profissional.

Para fazer a inscrição, clique aqui!

Confira abaixo, a programação completa do Simpósio.

simposio

Eventos

Simpósio 2019 > A reestruturação das políticas públicas: impactos subjetivos e sociais

InsO tema deste Simpósio pretende produzir um espaço que auxilie na compreensão da realidade social por meio de olhares plurais não individualizantes, nem patologizantes, entendendo que é a partir da efetivação das políticas públicas que se promove o direito de todos ao acesso a serviços de qualidade, justiça social e redução das desigualdades.

PROGRAMAÇÃO

9h > Credenciamento e Café de boas vindas
9h30> Abertura
9h40 > “Contribuições da Psicanálise Winnicottiana para as políticas públicas” – Rosana Onocko Campos
Graduada em Ciências Médicas pela Universidade Nacional de Rosário (1986), residência médica em Medicina Interna também pela UNR (1989), Especialização em gestão hospitalar pelo Technnion Institute (1993), mestrado e doutorado em Saúde Coletiva pela Unicamp e livre-docência pela mesma universidade. Atualmente é Visiting Professor no Departamento de Psiquiatria da Universidade de Yale (2018-19). Experiência na área de Saúde Coletiva. Coordena o grupo de pesquisa Saúde Coletiva e saúde mental: Interfaces desde 2003.
10h20 > “O Estatuto da Criança e do adolescente e as políticas públicas” – Claudio Hortêncio da Costa
Advogado, mestre em Direito das Relações Sociais pela Faculdade de Direito PUC/SP. Doutor em Serviço Social pelo Departamento de Serviço Social – PUC/SP. Vinte e cinco anos de experiência com o tema das medidas socioeducativas e violência contra crianças e adolescentes. Supervisor do Centro de Atendimento Socioeducativo – CASE – Fundação Criança São Bernardo do Campo de 2006 a 2017, professor convidado do Centro de Referência às Vítimas de Violência – CNRVV – Instituto Sedes Sapientiae, de 2000 até o presente.
11h > Debate
12h – 13h30 > Almoço
13h30 > “As políticas públicas no enfrentamento às violências: o fazer do CRAMI” – Fabiana Belintani
Graduada em Psicologia (Puc-Campinas); Especialista em Combate à Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes (LACRI-USP); Especialista em Saúde Mental: intervenções em casal, família e instituições(CEFAS). Atua na área social e clínica, com experiência no trabalho com crianças e adolescentes e na execução de capacitações e supervisões sobre o tema da violência contra crianças e adolescentes e suas transversalidades.
14h> “Uma contra educação possível” – Sócrates Magno Torres
Graduado em Ciências Sociais pela UNIFESP, educador social e militante dos Direitos Humanos. Coordena o Núcleo de Inteligência Periférica. Professor convidado da FESPSP – Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, onde ministra curso de extensão universitária sobre “Educação Libertária”. Roteirista do documentário “É disso que eu tô falando”, que trata da Redução da maioridade penal.
14h40 > Políticas Públicas e Direitos Sociais: um diálogo necessário com a emancipação política e humana – Beth Rossin
Graduada e com Mestrado em Serviço Social pela PUC-Campinas. Assistente Social aposentada da Prefeitura Municipal de Campinas, com atuação profissional nas políticas públicas de habitação, educação e assistência social. Atualmente compõe o quadro de docentes do programa de pós-graduação no curso gestão da política de assistência social e trabalho com famílias do Centro Salesiano de São Paulo – UNISAL, Unidade Americana. Integra o Grupo de Estudos do Cotidiano Escolar da Faculdade de Educação – Unicamp.
15h20 > Debate
16h > Café de Encerramento