Vídeos sobre o 18 de maio são produzidos em série de oficinas

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, é uma data importante, pois traz à tona um assunto delicado que envolve todas as camadas sociais. Por isso, anualmente, uma série de ações são programadas nos territórios como forma de conscientizar e prevenir novos casos de abuso e exploração sexual.

Para marcar a data, o CRAMI, com o apoio das instituições Seta, Padre Haroldo, Espaço Crescer e Vencer, Associação Cornélia Vlieg fez cinco oficinas sobre a temática do 18 de maio, que ocorreram durante o mês de abril e na primeira semana de maio. Segundo o educador social, Carlos Silva, a ideia surgiu em reuniões da Rede Intersetorial São Quirino, da região leste. Carlos foi o responsável por conduzir as oficinas e produzir os vídeos.

“Ao todo 15 jovens de 12 a 17 anos e seis educadores foram envolvidos no processo. Os encontros aconteceram no CRAMI e nas instituições parceiras. O objetivo era conversar sobre o tema do abuso e da exploração sexual e pedir para que as crianças e adolescentes participantes produzissem conteúdo audiovisual. O resultado foram dois vídeos”, explica Carlos.

Além dessa iniciativa, o CRAMI é participante da Comissão de Violência Doméstica contra a Criança e o Adolescente (CVDCCA), órgão do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Campinas (CMDCA) que está organizando uma série de ações sobre o 18 de maio nos diversos territórios em Campinas.

Denuncie

Se você sabe de casos de violência contra crianças e adolescentes, denuncie no Disque 100. A ligação é gratuita e anônima. Para saber mais sobre o assunto, acesse aqui a cartilha elaborada pela Comissão de Violência Doméstica contra a Criança e o Adolescente que teve a contribuição do CRAMI Campinas.