CRAMI conduz oficina sobre Literatura Marginal na Fundação Casa

“Em lugar onde não há atividades culturais, a violência vira espetáculo” 

Atendendo a uma solicitação da Fundação Casa de Campinas, o CRAMI esteve no local nos dias 28 e 30 de janeiro, para promover uma oficina de Literatura Marginal para 20 adolescentes internados. O objetivo da Fundação em contatar o CRAMI foi oferecer uma atividade diferente no período de férias.

Os educadores Paulo Silva, Thaís Mello e Douglas Molinari conduziram a oficina de Literatura Marginal utilizando imagens geradoras, para promover saberes utilizando a escrita criativa e poética dos participantes. No último encontro, um sarau poético foi realizado a partir das poesias dos adolescentes. As atividades também tiveram o acompanhamento de profissionais da área pedagógica e agentes de apoio socioeducativo.