CRAMI faz live com grupo de adolescentes e jovens

Com a pandemia, os grupos de educação social ficaram sem encontros. Mas como manter o contato e acompanhar os adolescentes e jovens mesmo diante desse cenário? O caminho encontrado foram as lives, tão famosas nesse momento. A equipe de educadores estudou uma forma de organizá-la e no dia 28/04, o CRAMI entrou para o universo das lives também, com a participação dos educadores que ensinaram como fazer máscara, deram dicas de lives de artistas da música, também foi exibido um videoclipe e um depoimento de um adolescente que produziu uma música sobre a Covid-19 e a quarentena.

O formato possibilitou a participação do presidente-voluntário Tadeu Santomauro que deu as boas-vindas aos participantes, explicou o trabalho do CRAMI e, como médico, orientou os adolescentes sobre a importância das medidas de distanciamento social e de higiene. O evento online contou com a participação dos educadores sociais: Alexandre Alves, Carlos Silva, Paulo Silva e Thaís Mello. Passaram pela live cerca de 30 pessoas que foi exibida no perfil Educadores Crami, criado pelos profissionais para se comunicar com os adolescentes.

“A iniciativa foi muito legal, tivemos a participação de adolescentes que já estiveram no CRAMI, conseguimos trazer uma proposta educativa em que pudemos nos conectar com eles e eles entre si. Entendemos que foi um grande avanço fazer essa live, especialmente com o público que trabalhamos que vivencia uma violação dos direitos. Também foi muito bom ter a diretoria próxima, acompanhando nosso trabalho”, avalia o educador social Paulo Silva.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *