Palestra Orcampi

CRAMI faz roda de conversa sobre violência na ORCAMPI

Com o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes atendidos pela ORCAMPI – Organização Funilense de Atletismo – , o CRAMI promoveu rodas de conversa com as crianças e adolescentes sobre os tipos de violência, sobre o quePalestra Orcampi2 configura abuso sexual e como denunciar casos de violência, utilizando como base a campanha de prevenção “Não é não”, lançada no Carnaval deste ano.  Os encontros aconteceram no período da manhã e da tarde e foram conduzidos pela psicóloga Cristiane Vidolin e pelos educadores sociais Alexandre Alves, Paulo Silva e Thaís Mello.

“Trabalhamos situações do dia a dia, como o assédio que acontece dentro de um ônibus ou num baile funk por exemplo. Através da encenação de fatos do cotidiano, fomos explicando que tipo de comportamento configura abuso sexual. Foi muito proveitoso e esclarecedor para eles”, conta Cristiane sobre como foi a conversa com o grupo da manhã.

Na parte da tarde, os educadores Thaís e Paulo optaram por promover dinâmicas de grupo. “Fizemos uma oficina para problematizar situações atuais que vivenciamos na mídia, a fim de trabalhar com o corpo e aumentar a consciência sobre os cuidados e as prevenções necessárias”, explica Thaís.

As rodas de conversa foram uma solicitação da Unimed Campinas, que patrocina o instituto.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *