CRAMI promove capacitações de combate ao abuso e à exploração sexual em Louveira e Mogi Mirim

Além dos cortejos e mobilizações acerca do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a campanha do Dia 18 de Maio, o CRAMI também promoveu oficinas sobre o tema em Louveira e em Mogi Mirim. A psicóloga Cristiane Vidolin e o educador social Alexandre Alves ministraram as oficinas que trabalharam os tipos de violência, as consequências do abuso sexual para a vítima, o diagnóstico e orientações sobre o atendimento nesses casos. Uma dinâmica com os participantes também foi feita com o objetivo de mostrar a importância do trabalho em rede e de como cada um, com o seu papel, contribui para um trabalho mais consistente e efetivo no combate à violência doméstica.

Em Louveira, o evento aconteceu no dia 16 de maio e contou com a participação de autoridades do município como o Prefeito municipal, Nicolau Finamore Junior, a Secretária da Assistência Social, Giany Aparecida Povoa, a presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Maria Lúcia Martins, o Coordenador do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Claudinei Generoso, e profissionais da saúde, assistência social, educação, segurança, entre outros.

A presidente do CMDCA, Maria Lúcia, ressaltou a importância do evento. “Foi um marco, pois conseguimos reunir todas as secretarias para conversarmos sobre a formação de uma rede de atendimento para que possamos trabalhar os casos de violência doméstica. E mais importante é que cada um compreenda o seu papel dentro da rede”, avaliou. Participaram cerca de 100 pessoas.

“A iniciativa teve o objetivo de reanimar uma rede socioassistencial que já foi iniciada há alguns anos e que nesse momento não está em pleno funcionamento. Sabemos que para situações complexas é necessário o acompanhamento de toda uma rede de atendimento para sensibilizar as pessoas e criar o desejo que todos e todas participem”, complementou Giany Povoa.

Em Mogi Mirim, a palestra para os profissionais da rede socioassistencial aconteceu no dia 17/05 e atraiu cerca de 60 pessoas. Como a de Louveira, o conteúdo ministrado foi o mesmo. “Este evento foi importante para a rede ter o conhecimento do que é violência sexual, sinais, sintomas e comportamentos apresentados pelas vítimas”, explicou a coordenadora do CREAS de Mogi Mirim, Denise Helena Coppo.

Capacitações

Além de desenvolver um trabalho de resgate dos vínculos familiares, de modo a romper o ciclo da violência doméstica, o CRAMI oferece consultoria a diversos municípios por meio de capacitações, supervisões, oficinas e palestras, com o objetivo de compartilhar o conhecimento acumulado em 30 anos de atuação no tema do enfrentamento da violência doméstica.

Esta frente de atuação faz parte da filosofia da instituição que busca, além de recursos financeiros para sua existência, a prevenção da violência doméstica contra crianças e adolescentes. Para solicitar uma consultoria entre em contato pelo e-mail crami@cramicampinas.org.br ou pelo telefone 19 3251-1234.