Prosa & Café trabalha questões de violência em comunidade da região noroeste

Proporcionar a aproximação do CRAMI com a comunidade; fortalecer a vivência no espaço coletivo; propiciar a troca de saberes entre os participantes do grupo; fortalecer vínculos; garantir o acesso aos equipamentos e seus serviços no território. Esses são os objetivos da iniciativa Prosa & Café que começou no fim de março e soma cinco encontros até o momento. As rodas de conversa acontecem no salão de festas do bloco R do condomínio de prédios Jardim Bassoli, que fica no bairro São Bento na região Noroeste de Campinas, área de grande vulnerabilidade social.

“Até o momento, podemos dizer que conseguimos cativar o grupo. Começamos a aproximação com a comunidade de forma devagar e respeitosa, mostrando que nosso objetivo é contribuir e ser um espaço de reflexão sobre as questões de violência”, explica a psicóloga do CRAMI, Fabiana Belintani que compõe a comissão deste projeto junto com a também psicóloga Keli Bevilacqua, e o educador social Paulo Silva.

O projeto também tem a proposta de ampliar o olhar e o conhecimento sobre a região Noroeste e suas especificidades, para deste modo traçar melhor as estratégias de enfrentamento às vulnerabilidades e às violações de direitos.

Os encontros acontecem às quartas-feiras, a cada 15 dias, no mesmo espaço. “Participam em média 15 pessoas, o que indica a boa aceitação do Prosas. Percebemos que eles já ficam esperando o próximo encontro. Isso mostra confiança em nosso trabalho”, finaliza Fabiana.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *